quinta-feira, 17 de agosto de 2017

10 ANOS DO PROTOCOLO AGROAMBIENTAL DO SETOR SUCROENERGÉTICO

Na manhã desta quinta-feira, 17/08, participei de reunião da Frente Parlamentar em Defesa do Setor Sucroenergético. Na ocasião, debatemos os 10 anos do protocolo agroambiental do setor – que representa um modelo de parceria desenvolvido entre o setor produtivo e o Estado, no qual, voluntariamente, as usinas e fornecedores se comprometeram com a antecipação dos prazos legais para o fim da despalha da cana por meio do uso de fogo; a recuperação de matas em nascentes e a proteção das áreas de preservação de outros cursos d'água; e adoção de uma série de práticas de manejo para garantia da sustentabilidade em sua cadeia produtiva. No âmbito do Protocolo, até o final de 2017, os signatários terão eliminado por completo o uso da queima como método agrícola para despalha da cana-de-açúcar.

JUNTOS PELO COMBATE À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Dra. Luciana Rêmoli, Dra. Carolina Gama, Dra. Regina Brito, eu, o pres. da Alesp, deputado Cauê Macris, a vereadora Glaucia Berenice, Dr. Sylvio Ribeiro, e o vice-prefeito de RP, Dr. Carlos Cezar Barbosa

Organizei, na tarde do último dia 15/08, uma reunião entre representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da cidade de Ribeirão Preto e a presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo – Alesp. O intuito do encontro foi discutir a criação de uma vara especializada que proteja as mulheres da violência doméstica e familiar, pois, atualmente, os serviços prestados para as mulheres são realizados em um anexo da prefeitura de RP.
Estiveram presentes na reunião o vice-prefeito de Ribeirão Preto e secretário de Assistência Social, Dr. Carlos Cezar Barbosa, a vereadora Glaucia Berenice, o assistente do Tribunal de Justiça, Dr. Sylvio Ribeiro, a juiza Carolina Gama (responsável pelo anexo de Violência Doméstica no município); a advogada Luciana Grandini Rêmoli (representando a 12ª. Subsecção da OAB-RP) e Regina H. Brito de Souza (presidente do Conselho Municipal de Defesa da Mulher - CMDM).
De acordo com a juíza Carolina Gama (responsável pelo anexo de Violência Doméstica do município), o número de processos em andamento mais que dobrou em dois anos. "Eram 2 mil casos e atualmente ultrapassam os 5 mil, resultando em mais de cem medidas protetivas ao mês. A vara especializada é muito necessária diante do número de pedidos acumulados e para que possamos fazer um serviço mais específico e com mais projetos voltados ao combate e à prevenção da violência", ressaltou ela.
No que diz respeito a mim, espero agilidade na aprovação dessa vara. É essencial que o projeto seja colocado imediatamente na ordem do dia assim que o Tribunal de Justiça envie-o para a Assembleia Legislativa de São Paulo.
Segundo dados da pesquisa "Instituto Avon/Ipsos - Percepções sobre a violência doméstica contra a mulher", as agressões atingem 2 milhões de mulheres no Brasil a cada ano e apenas 63% delas denunciam a violência.

Sobre a Lei Maria da Penha

A lei contra violência doméstica ganhou o nome da cearense Maria da Penha Maia Fernandes, agredida várias vezes pelo marido. Penha ficou paraplégica após levar um tiro do marido enquanto dormia, em 29 de maio de 1983.
Em 2006, a Lei Maria da Penha foi criada a fim de punir as agressões de forma mais severa. Até então, a violência doméstica era considerada crime brando, punido apenas com multa ou cestas básicas. Agora, a pena é de 1 a 3 anos de prisão e o juiz pode obrigar o agressor a participar de programas de reeducação ou recuperação.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

PROVIDÊNCIAS EM NOME DA SEGURANÇA PÚBLICA

Na manhã de ontem, 14/08, demos início à 1ª Semana Municipal de Segurança Pública de Ribeirão Preto e aproveitando o momento oportuno compartilho, aqui no blog, o discurso que fiz na tribuna da Alesp falando, justamente, sobre a necessidade de tomarmos providências na área da segurança pública, no que tange, por exemplo, o reajuste dos salários dos policiais.



segunda-feira, 14 de agosto de 2017

“VIZINHANÇA SOLIDÁRIA” SERÁ ESTENDIDA AO MEIO RURAL

Discursando durante abertura da 1ª "Semana Municipal de Segurança Pública"
Na manhã desta segunda-feira, 14/08, foi realizado, no auditório do Sindicato Rural de Ribeirão Preto, o lançamento da “1ª Semana Municipal de Segurança Pública”. Idealizada pela Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara Municipal de RP (presidida pelo vereador Mauricio Gasparini) o início da Semana Municipal da Segurança Pública foi marcado pela apresentação de uma ideia inovadora: a extensão do programa “Vizinhança Solidária” (cujo maior êxito, conforme relato do capitão Mauricio Rafael Jerônimo de Mello, foi registrado no bairro City Ribeirão) para o meio rural. Também foi definida a criação de uma comissão específica para operacionalizar as ideias então levantadas (incluindo o programa de georreferenciamento exposto pelo capitão Emerson Vieira Coelho – comandante da  5ª Cia do 13º Batalhão da PM –   e pelo empresário Vander Furquim,  com bons resultados na região de Ibitinga) que contará com a participação dos vereadores integrantes da Comissão Permanente de Segurança Pública; de Paulo Maximiano Junqueira, representando o Sindicato Rural de Ribeirão Preto; do coronel Renato Catita, representando a prefeitura municipal  e do capitão Mauricio Rafael Jerônimo de Mello, representando a PM.
Participaram do evento, entre várias personalidades, o prefeito Duarte Nogueira, o coronel Washington Luiz Pestana (comandante do CPI-3), e Genésio Abadio de Paula e Silva (vice-presidente do Sindicato Rural de Ribeirão Preto). Em seu discurso, o prefeito Nogueira sinalizou a disposição da Prefeitura em participar de convênio para implantação do georrerenciamento na zona rural de Ribeirão Preto. Em minha oportunidade de falar sobre o assunto ressaltei a plena identificação que eu tenho com os objetivos que se pretende alcançar com a realização dessa 1ª Semana de Segurança Pública.

Confira a programa da “Semana”:

15 de agosto (terça-feira)
Local - Auditório do CPI-3 da Policia Militar (Av. Cav. Paschoal Innecchi, 1538)
9h - Ciclo de Palestras com o Ten. Cel. PM Alexandre Luis dos Santos, com o Cel. PM Renato Alves Catita e a Superintendente da Guarda Civil Mônica da Costa Noccioli, abordando o tema "Defesa civil e ordem pública"

16 de agosto (quarta-feira)
Encontro dos CONSEG´s da Região Metropolitana de Rib. Preto
Local - Plenário da Câmara Municipal de Rib. Preto (Av. Jerônimo Gonçalves, 1200)
9h - Recepção e credenciamento
9h30 - Palestra com Luiz Fernando Berni (Presidente do CONSEG Sul Rib. Preto) com o tema "Vizinhança Solidária"
9h50 - Palestra com Cap. PM Marcelo Henrique Figueiredo, Comandante da 3ª. Cia do 51º BPM/I com o tema "Prevenção Primária contra o crime"
10h15 - Plenária abordando o tema "O novo papel dos CONSEG´s e Guarda Civil Municipal na Região Metropolitana de Ribeirão Preto", com membros dos CONSEG´s, representantes da Coordenadoria Regional dos CONSEG´s da Região Metropolitana, integrantes do GAMESP - Gabinete Metropolitano de Gestão Estratégica e Segurança Pública

17 de agosto (quinta-feira)
Local - Plenário da Câmara Municipal de Rib. Preto (Av. Jerônimo Gonçalves, 1200)
20h - Sessão Solene na Câmara Municipal de Rib. Preto com a entrega de diploma comemorativo e de honra ao mérito às pessoas que se destacaram por sua atuação na área de segurança pública (Res. nº 122/2014)

18 de agosto (sexta-feira)
Local - Plenário da Câmara Municipal de Rib. Preto (Av. Jerônimo Gonçalves, 1200)
9h - Recepção e credenciamento
9h30 - Palestra com Dr. Augusto Martinez Perez (Juiz Titular da 4ª. Vara Federal de Rib. Preto), com o assunto "Combate à Corrupção"
10h - Fórum de debates sobre o tema com a mediação do vereador Renato Zucoloto (Vice-Pres. da Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara Municipal de Rib. Preto), com a presença de membros da Polícia Federal, Secretaria Estadual de Segurança Pública, Ministério Público Estadual (GAECO), Ministério Público Federal e demais autoridades na área de segurança

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

HOJE É O DIA DO ESTUDANTE E DO ADVOGADO!

Meu filho, vereador Maurício Gasparini, com os seus homenageados: Dr. Daniel Rondi e Dr. Fernando Borges
Hoje é comemorado, no Brasil, o Dia do Estudante. Essa comemoração acontece desde o ano de 1927 e teve como ponto de partida algo que ocorreu cem anos antes, quando o então imperador Dom Pedro I autorizou a criação das duas primeiras faculdades no Brasil, a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, em São Paulo. Por esse motivo, no dia 11 de agosto, também comemoramos o Dia do Advogado.
Em nome dos meus netos parabenizo todos os estudantes e em nome dos advogados Daniel Rondi e Fernando Borges, que foram homenageados ontem pelo meu filho, vereador Maurício Gasparini, em solenidade realizada na Câmara Municipal de RP, parabenizo os advogados de todo o Brasil!



O SONHO DA CASA PRÓPRIA


Welson Gasparini

Cento e setenta famílias que moravam na Favela das Mangueiras, a ocupação mais antiga em Ribeirão Preto, começaram a ser transferidas na última quarta-feira, 26, tão logo o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Duarte Nogueira entregaram as primeiras chaves do Empreendimento Mário Chiariello, construído pela CDHU com essa finalidade. Antes, porém, Prefeitura e Governo do Estado formalizaram um documento de renovação do Programa Cidade Legal, tido como mais uma ferramenta no combate ao déficit habitacional e regularização de núcleos habitacionais.
Participei, com muita emoção, da entrega dessas chaves ao lado, também, do secretário estadual da Habitação, Rodrigo Garcia, de vereadores e de representantes de entidades de classe como a ACIRP (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto) e Aeaarp (Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Ribeirão Preto). Esses 170 apartamentos foram construídos na avenida dos Andradas nº 1.900 para priorizar a transferência de famílias em situação iminente de risco social e/ou ambiental da Favela das Mangueiras, estando distribuídos em prédios de quatro andares, sendo 82 com dois dormitórios e área útil de 59,27 metros quadrados e outros 88 com três dormitórios e 67,17 metros quadrados de área útil num investimento da ordem de R$ 54,7 milhões.
Para mim – e digo isto com a experiência de quem já foi inquilino e sabe o quanto é doído aquele suado dinheirinho sem volta representado pelo pagamento de alugueis – nenhuma alegria supera para o chefe de família o acesso a uma casa própria, a um cantinho que possa chamar de “seu” onde possa abrigar-se junto com a esposa e filhos. A casa própria é um sonho que o governo do Estado de São Paulo vem viabilizando, com maior ou menor intensidade, utilizando recursos viabilizados por parcerias com entidades como a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, por meio do programa federal Minha Casa, Minha Vida, alcançando cerca de 100 mil unidades até 2015.
Participei, tanto na condição de prefeito de Ribeirão Preto como na de deputado, de inúmeras solenidades de entrega de unidades habitacionais e nunca deixei de me emocionar com a justa e santa alegria dos contemplados. É um momento único na vida dessas famílias! Um momento, realmente, inesquecível. Parabenizo, assim, o governador Geraldo Alckmin por viabilizá-lo através de construções tanto na capital quanto em cidades do interior num investimento social de alta relevância: ao transformar o inquilino em proprietário o governo valoriza a própria cidadania.
Sei que o déficit habitacional é grande, enorme mesmo, tanto no Estado de São Paulo quanto em todo o país: a necessidade de moradia é imperiosa tanto nos grandes centros quanto nas pequenas cidades, daí ser louvável o empenho do governo paulista em – inobstante as dificuldades ensejadas pelo atual momento político e econômico vivido pelo Brasil – continuar investindo na construção de moradias populares, realizando assim o sonho de casa própria de milhares de famílias em nosso Estado.

FRENTE PARLAMENTAR DE COMBATE AO TABACO


Welson Gasparini

Nenhum brasileiro desconhece a realidade triste vivida pelo nosso país na qual as arrecadações dos governos federal, estaduais e municipais – acompanhando a queda das atividades econômicas – caíram e estão caindo cada dia mais. Em casa onde falta pão – diz um sábio ditado popular – todo mundo briga e todo mundo tem razão! Assim, vejo com naturalidade as manifestações de servidores públicos municipais, estaduais e federais cujos salários – pela própria impossibilidade dos governantes liberarem reajustes compatíveis – estão defasados.
Tenho recebido em meu escritório regional de Ribeirão Preto e também em meu gabinete na ALESP solicitações de inúmeras categorias profissionais ligadas ao Estado pleiteando, com justa razão, melhorias salariais. Ainda recentemente, quando o plenário da ALESP foi ocupado por fiscais fazendários na luta por um reconhecimento maior, tive oportunidade de focalizar minha intenção de criar uma Frente Parlamentar de Combate ao Tabaco como meio, inclusive, de evitar a dispersão de recursos públicos no tratamento dos males resultantes desse que é, a meu ver, um dos piores inimigos da saúde da população mundial: o fumo!
Acabo de receber um estudo, feito pelo Instituto Nacional de Câncer e pelo Ministério da Saúde, sobre o tabagismo no Brasil. Esse estudo mostra o quanto gasta o Poder Público – numa época de penúria absoluta em seu orçamento – em função do cigarro: R$ 56 bilhões. A pesquisa não dimensiona, claro, o sofrimento que o cigarro produz nos fumantes e em seus familiares diante das ocorrências, sobretudo, de doenças pulmonares e cardíacas. Mas dimensiona, sim, o quanto é gasto, por exemplo, com as doenças pulmonares (R$ 16 bi); cardíacas (R$ 10 bi), mais R$ 4 bi em cânceres diversos (do esôfago, do estomago, do pâncreas, da bexiga e da laringe).
Eu poderia focalizar outros aspectos desta pesquisa, mas fico no resultado final: são 56 bilhões de reais por ano para atender a quem fuma e acha bonito fumar quando, na verdade, está praticando um suicídio lento.
Daí, acredito, a importância de uma Frente Parlamentar especifica para tratar da questão do tabagismo. Esse dinheiro gasto com fumantes poderia ser utilizado, por exemplo, para elevar o salário dos fiscais tributários, dos professores, dos policiais militares e civis, enfim, de todo o funcionalismo ansioso por um reconhecimento salarial melhor.
O combate ao tabaco deve ser, imagino, um ato de cidadania para o qual devemos convocar os professores, os pastores e os pais de família no alerta contra os males desse terrível vicio e no repúdio à propaganda enganosa dos fabricantes que colocam produtos no fumo de modo a tornar o cigarro mais saboroso no sentido de atrair novos fumantes. Cigarro, afinal, mata! 
A grande alternativa pela qual deverá se empenhar a Frente Parlamentar que pretendo formar é, basicamente, tratar o cigarro como droga e colocá-lo, assim, à margem da lei, com todas as restrições inerentes ao seu comércio e ao seu consumo! 

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

ESTÁ CHEGANDO A 1ª SEMANA MUNICIPAL DE SEGURANÇA PÚBLICA

No próximo dia 14/08 será iniciada, em Ribeirão Preto, a 1ª Semana Municipal de Segurança Pública. Serão momentos de extrema importância para discutirmos os rumos da segurança pública da nossa cidade. Participe!
Para obter mais informações sobre a Semana de Segurança Pública de RP entre em contato com o gabinete do meu filho, vereador e presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Ribeirão Preto, Maurício Gasparini. Telefone: 16 3607-4048.


INAUGURAÇÃO DO CENTRO MÉDICO DO RIBEIRÃOSHOPPING

Compromissos na Assembleia Legislativa na última quarta-feira, 09, impediram-me, conforme desejaria, de acompanhar a solenidade de inauguração da 9ª. Expansão do RibeirãoShopping representada por um moderno Centro Médico com mais de 30 clínicas, Day Hospital, centro de imagem, laboratório de análises clínicas, auditório, café e um centro de estudos trazendo um inovador conceito de prestação de serviços na área de saúde; um complexo reunindo  atendimento de diversas especialidades médicas, tecnologia de ponta, conforto e facilidade para os pacientes, num investimento total estimado em R$ 100 milhões.
Na ocasião, fui representado pelos meus filhos Júnior, Maurício e Marcelo que, em meu nome, parabenizaram José Isac Peres, presidente da Multipan e Felix Diez, superintendente do Ribeirãoshopping, por esse empreendimento que expressa a confiança desses empresários no potencial ribeirãpretano. 

O DESEMPREGO NO SETOR VAREJISTA


Welson Gasparini

O desemprego, infelizmente, afeta todas as categorias profissionais do país mas, entre os mais afetados, está o varejo brasileiro que, em 2016, fechou 108,7 mil lojas com vínculo empregatício em todo o país, no pior resultado de uma série histórica iniciada em 2005 quando o comércio varejista fechou aquele ano com um saldo líquido positivo de mais de 45 mil lojas abertas.
Os dados foram divulgados pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A entidade explica que, apesar de fechar 2016 com o pior resultado desde 2005, a queda do número de lojas foi menos acentuada no segundo semestre do ano passado, podendo ser um indicio de que a economia está começando a dar sinais de recuperação.
Segundo o economista Fabio Bentes, da CNC, “foi mais um ano ruim para o setor; pior ainda do que o verificado em 2015 quando o número líquido de pontos de vendas fechados atingiu 101,9 mil. E o varejo é um setor intensivo de mão de obra. E, pelos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, em 2015 o setor registrou o fechamento de 175 mil postos de trabalho; em 2016, esse quadro se agravou com fechamento de 282 mil postos de trabalho no varejo.” Trata-se, sem dúvida, de um ano cruel no qual o bolso do consumidor foi bastante surrado pela inflação alta, pela restrição ao crédito e pelo medo do desemprego, afetando as compras a prazo.
A CNC ressalta o fato da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) [do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)] indicar que, entre janeiro e novembro de 2016, o volume de vendas do setor varejista registrou recuo de 8,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, tendo relação direta com a redução do número de lojas.
De qualquer forma, para a CNC - após dois anos de fechamento líquido de pontos de venda - em 2017, o número de lojas deverá apresentar estabilidade, principalmente pela queda da inflação, que deverá fechar o ano em torno dos 4,5% e também porque, no segundo semestre, com uma taxa de inflação menor, abre-se espaço para uma queda maior das taxas de juros; assim, aquelas compras a prazo que vinham sendo prejudicadas pelas taxas de juros tendem a ser normalizadas. De qualquer maneira, o Brasil teve um saldo positivo de empregos formais em abril, segundo o Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho divulgado no dia 16 de maio, registrando o crescimento foi de 59.856 postos de trabalho, equivalente a uma variação positiva de 0,16% em relação ao estoque do mês anterior, quando ocorreram 1.141.850 admissões e 1.081.994 desligamentos. Sete dos oito setores de atividade econômica apresentaram crescimento no nível de emprego, destacando-se os de Serviços, Agricultura, Indústria de Transformação e Comércio.
Enfim, o quadro do emprego no Brasil continua ensejando preocupações mas, embora tênue, já se avista uma pequena luz no fim do túnel.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

UNIVESP ASSINA CONVÊNIOS COM 38 PREFEITURAS PAULISTAS


A Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo) assinou convênios com 38 prefeituras paulistas para instalação de polos da instituição. Com a assinatura dos convênios, realizada no último dia 07, a universidade completa 100 polos em 63 cidades do Estado.
Os polos são espaços físicos nos municípios. Eles oferecem a infraestrutura necessária (computadores, impressoras e acesso à Internet) para o estudante participar das atividades da universidade como provas, discussões em grupo e dos trabalhos orientados por tutores. Nesses locais, também é possível solicitar serviços de secretaria acadêmica, assim como tirar suas dúvidas sobre o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem).
O AVA é a plataforma digital utilizada pelos estudantes para desenvolver as atividades acadêmicas, que incluem as vídeo-aulas e o acesso ao material didático, bibliografia e sistema para sanar dúvidas com os tutores.
Criada em 2012, a Univesp é uma fundação mantida pelo Governo do Estado, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, e credenciada pelo Conselho Estadual de Educação e Ministério da Educação e Cultura (MEC).
A Univesp é considerada a quarta universidade estadual paulista e mantém parcerias com a USP, Unesp, Unicamp e o Centro Paula Souza para o desenvolvimento do conteúdo e coordenação dos cursos.
Por meio desses convênios que foram assinados na segunda-feira, de acordo com o governo estadual, estão sendo criadas mais de 16 mil vagas no ensino superior gratuito em São Paulo. Fico feliz em ressaltar que as cidades de Barretos, Franca, Mococa, municípios de minha região de atuação, contarão com polos da Univesp.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

SÁBADO, 05/08, FOI DIA DE “PROGRAMA DA FAMÍLIA GASPARINI”


Com prazer compartilho, aqui no blog, a live do “Programa da Família Gasparini” realizado no último sábado, 05/08.
Nesta edição nós tivermos o prazer de entrevistar a pres. do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Regina Brito, e a psicóloga e coord. do NAEM (Núcleo de Atendimento Especializado à Mulher), Laura Aguiar, que falaram sobre a comemoração dos 11 anos da Lei Maria da Penha. Em outra oportunidade conversamos com os amigos Ana Lucia Bin e Antônio Pilan que discorreram sobre o “Movimento Serra”, um movimento da Igreja Católica formado por fiéis leigos, homens e mulheres, que amam e se dedicam ao trabalho vocacional.
O “Programa da Família Gasparini” é transmitido, ao vivo, aos sábados, das 10 às 11h da manhã pela Rádio 79 AM e por meio das minhas páginas no Facebook. Participe!

1º ENCONTRO ANUAL DE LIDERANÇAS COMUNITÁRIAS DE RIBEIRÃO PRETO

Eu e meu filho, vereador Maurício Gasparini, com o presidente da FABARP, Euripedes Ignácio dos Reis
Na manhã de sábado, 05/08, na companhia do meu filho, vereador Maurício Gasparini, participei do 1º Encontro Anual de Lideranças Comunitárias de Ribeirão Preto. Com o tema “A importância da sociedade organizada na defesa dos interesses coletivos”, o evento, promovido pela FABARP (Federação das Associações de Bairros de RP), ocorreu no CineClube Cauim e contou, entre várias participações, com a palestra do sócio fundador do Escritório Brasil Salomão e Matthes Advocacia, Brasil do Pinhal Pereira Salomão.
A pessoas precisam se envolver e contribuir para com as questões comunitárias para que possamos, enfim, construir um futuro melhor, mais digno, mais humano. “Quem não vive para servir, não serve para viver”.

Nós com o advogado Dr. Brasil Salomão

SEGURANÇA NA ZONA RURAL!


Welson Gasparini

Participei, na manhã da última sexta-feira, 04, de importante reunião no Sindicato Rural de Ribeirão Preto destinada a discutir, com o coronel Washington Luiz Pestana (Comandante do CPI-3 da Polícia Militar) o problema da insegurança enfrentado pelos produtores e trabalhadores rurais diante das violências e invasões de propriedades verificadas nos últimos tempos. Aberta pelo presidente daquela entidade, Joaquim Augusto Azevedo Souza, a reunião contou com a participação do vereador Mauricio Gasparini (presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Ribeirão Preto), de produtores rurais vítimas de violências e dos capitães Walter Gustavo Silva (comandante da 3ª Cia do 3º BPM/I) e Mauricio Rafael Jerônimo de Mello (comandante da 2ª. Cia do 51 BPM/I, responsável pela segurança das regiões sul e sudeste de Ribeirão Preto).
Foi uma reunião muito proveitosa, principalmente pela iniciativa do vereador Mauricio (falando também pelos demais integrantes daquela Comissão, vereadores Renato Zuccoloto e Fábio Guimarães) de programar para o próximo dia 14, naquele mesmo auditório, a abertura da “Semana da Segurança Pública” quando será apresentado um projeto de georeferenciamento das propriedades rurais – já aplicado nas regiões de Ibitinga e São Carlos – capaz de agilizar o deslocamento das viaturas policiais em caso de eventuais ocorrências, iniciativa que poderá ser viabilizada através do apoio do Sindicato Rural através dos seus associados. 
Ficou claro, mais uma vez, o clima de insegurança vivido pelos produtores rurais não apenas de Ribeirão Preto como, também, de Altinópolis, Brodowski, Batatais e Jardinópolis que – ainda quando acontecia a 23ª versão da Agrishow – em menos de 10 dias tiveram cerca de 10 fazendas invadidas, sendo vítimas de verdadeiros arrastões. Esses marginais – eis outro agravante – não se contentam apenas em furtar ou roubar: também vandalizam as propriedades e, não raro, humilham proprietários ou trabalhadores rurais que ousem tentar impedi-los. Foi o que aconteceu numa das propriedades invadidas onde um vigia foi rendido e, como relutava em dizer uma senha do interesse dos invasores, levou um tiro no dedo mínimo de sua mão. Tipo de cena, diga-se de passagem, própria desses filmes policiais baratos, onde os vilões deformam suas indefesas vítimas, isto quando não estupram e violentam as mulheres da casa.
Deixei claro o meu total apoio a toda e qualquer iniciativa voltada para garantir a ordem, a paz e a tranquilidade no meio rural pois o setor agrícola -  em meio a um momento de desemprego generalizado e de incertezas na economia – tem dado respostas positivas e contribuído para o próprio equilíbrio da nossa balança comercial; merece, portanto, não apenas a proteção do Estado como, também, o respeito da sociedade brasileira. 

OITO ANOS DA LEI ANTIFUMO

A Lei Antifumo está completando oito anos e em seu curriculum já foram registradas mais de 1,7 milhão de inspeções e aplicadas 3,854 multas, com um índice de cumprimento da legislação de 99,7% dos estabelecimentos vistoriados desde agosto de 2009. É bom ressaltar que essa Lei proíbe o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou qualquer outro produto derivado ou não do tabaco em ambientes total ou parcialmente fechados.
De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) o tabagismo passivo e terceira maior causa de morte evitável. Por meio do meu trabalho como deputado estadual tenho lutado, assiduamente, contra esse mal. O cigarro e seus derivados matam! Vamos preservar a saúde e salvar vidas!

Fonte: jornal Tribuna de Ribeirão Preto

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

RP SEDIA 1ª ETAPA DO CAMPEONATO NACIONAL DE CANTO E FIBRAS DE PÁSSAROS

1ª etapa do Campeonato Nacional de Canto de Pássaros, realizada em RP, contou com a presença do prefeito da cidade Duarte Nogueira Júnior e da primeira-dama Samanta Pineda
Na manhã de domingo, 06/08, juntamente com meu filho, vereador Maurício Gasparini, tive a satisfação de prestigiar a 1ª etapa do Campeonato Nacional de Canto e Fibras de Pássaros. O evento, que aconteceu no Parque Permanente de Exposições de RP, foi organizado pela Confederação Brasileira de Criadores de Pássaros e reuniu criadores de todo o país, respeitando as boas práticas, dentro dos mais altos critérios ambientais.
Segundo o presidente da Associação de Criadores de Pássaros de Ribeirão, Lúcio Luiz Cazarotti, a competição reuniu cerca de 500 pássaros vindos de dezenas de regiões brasileiras. Essa etapa da competição contou com a presença do presidente da Federação Paulista de Passericultura, João Carlos Sposito, que, em conversa conosco, ressaltou que a área de pets no Brasil arrecada oito vezes mais que a área automobilística.
De acordo com o diretor de comunicação da Federação Nacional de Passeicultura, José Sérgio Dias, Ribeirão Preto é o maior centro da região de negócios que envolvem pássaros e tudo que eles geram na economia. 

CICLO DE CONFERÊNCIAS DA DEFENSORIA PÚBLICA DE SP

Na sexta-feira, 04/08, a unidade de Ribeirão Preto da Defensoria Pública realizou uma pré-conferência com o intuito de compor as palestras do VI Ciclo de Conferências Públicas da instituição que será realizado em 21 regionais distribuídas pelo Estado. Na ocasião fui representado pelo meu assessor Homero Freitas, pois eu estava em um outro compromisso, firmado anteriormente.
Previsto para ocorrer a cada dois anos, o Ciclo de Conferências tem o objetivo de identificar as principais demandas da sociedade civil e abrir espaço para que a população participe da elaboração dos parâmetros que irão orientar o Plano Anual de Atuação da instituição. A iniciativa permite que os cidadãos participem das diretrizes institucionais, do acompanhamento e da fiscalização das ações e projetos desenvolvidos pela Defensoria.
O processo começa pelas Pré-Conferências Regionais, organizadas em diversas cidades do Estado que contam com unidades da Defensoria. Nesse primeiro momento, a população tem a possibilidade de debater sobre a atuação da Defensoria, opinar sobre as áreas que demandam atenção prioritária e propor medidas. Ao final, são eleitos delegados que irão representar a população local em uma Conferência Estadual – que neste ano, será realizada nos dias 10 e 11 de novembro, na Capital.
A criação de Núcleos Especializados de Promoção e Defesa dos Direitos da Mulher e de Defesa do Consumidor, além da implementação de uma política de atendimento à gestantes e mães encarceradas, por exemplo, foram algumas das iniciativas implementadas pela Defensoria Pública e que foram aprovadas em um de seus Ciclos de Conferências.
Para mais informações, acesse o site do Ciclo de Conferências da Defensoria Pública de SP: www.defensoria.sp.def.br/conferencias

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

JUNTOS PELA PATRULHA RURAL

Nesta sexta-feira, 04/08, eu e meu filho, vereador Maurício Gasparini (que também é presidente da Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de RP), participamos de uma reunião no Sindicato Rural destinada a discutir, com o coronel Washington Luiz Pestana (Comandante do CPI-3 da Polícia Militar), o problema da insegurança enfrentado pelos produtores e trabalhadores rurais diante das violências e invasões de propriedades verificadas nos últimos tempos.
Na ocasião, o vereador Maurício anunciou a abertura, no próximo dia 14, da “Semana da Segurança Pública” quando será apresentado um projeto de georreferenciamento das propriedades rurais capaz de agilizar o deslocamento das viaturas policiais para atender eventuais ocorrências de assaltos ou invasões na área georreferenciada.


quinta-feira, 3 de agosto de 2017

DEMANDAS DE CÂNDIDO RODRIGUES

Vereador Fabricio, vice-prefeito Djalma, eu, prefeito Antonio Falchi e o secretário de esportes Luis Batista 






















Na quinta-feira, dia 27 de julho, estiveram comigo, em audiência no meu escritório regional, o prefeito de Cândido Rodrigues, Antonio Claudio Falchi, o vice-prefeito Djalma Zacarin, o vereador Fabrício Roncollo e o secretário de esportes Luis Batista de Aguiar para tratarmos sobre as demandas do município.

RECEBENDO O PREFEITO DE VISTA ALEGRE DO ALTO

Eu, o prefeito Luis Antonio Fiorani e seu sobrinho Felipe Fiorani






















Em 26 de julho tive a honra de receber, em Ribeirão Preto, o prefeito da cidade de Vista Alegre do Alto, Luis Antonio Fiorani, e de seu sobrinho Felipe Fiorani, que vieram me fazer uma visita de cortesia e entregar alguns ofícios em prol do município. Entre as justas solicitações estão pedidos por recursos financeiros que serão direcionados para a área da saúde (aquisição de novos equipamentos e materiais permanentes).

VISITA DE CORTESIA DO VEREADOR LUIZ PAULO "ZECA", DE JERIQUARA

Eu e o vereador "Zeca"
Tive a satisfação de receber, no dia 24/07, a visita de cortesia do vereador Luiz Paulo Gomes Ribeiro (Zeca), de Jeriquara. Ao longo do nosso encontro, o vereador Zeca me atualizou sobre a situação de Jeriquara, cidade na qual sou cidadão, me passando as principais demandas do povo jeriquarense.

SOLICITAÇÕES PARA A SAÚDE DE PEDREGULHO

Presidente da Câmara de Pedregulho, Augustinho Alves da Silva, eu, o vereador Euripedes Rodrigues e o vereador Welder Douglas
























Em meu escritório regional, no último dia 24 de julho, estive com o presidente da Câmara de Pedregulho, vereador Augustinho Alves da Silva, e os vereadores Welder Douglas e Euripedes Vaz Rodrigues (Oripinho Panfleteiro). Por meio da reunião, os vereadores me entregaram solicitações em prol do município, entre elas pedidos de recursos financeiros para a Santa Casa do município. 

SEGURANÇA PÚBLICA DE RIBEIRÃO PRETO

Eu, Fernando Berni (presidente do Conseg Sul) e meu filho, vereador Maurício Gasparini

Na segunda-feira, 24/07, recebi, em meu escritório regional, juntamente com meu filho, vereador Maurício Gasparini, o presidente do Conseg Sul de RP, Fernando Berni. Ao longo de nossa reunião falamos sobre assuntos relacionados à segurança pública da cidade e sobre as atividades exercidas pela unidade do Poupatempo.

VISITA DE RINCÃO EM MEU ESCRITÓRIO REGIONAL

Vereador Márcio de Mendonça, prefeita Therezinha Servidoni, eu, a vereadora Cleonice Claro e o vereador Wellington Coelho























Na tarde do dia 24 de julho, recebi, com muita satisfação, a prefeita de Rincão, Therezinha Servidoni, e os vereadores Cleonice Gomes Claro, Wellington Gimenes Coelho e Marcio Mendonça para tratar de interesses da cidade. Por meio de nosso encontro, a prefeita aproveitou a oportunidade e solicitou a minha ajuda para conseguir recursos financeiros, junto ao governo do Estado, no valor de R$ 110.000,00, para a revitalização da Praça Alzira Borelli.
Cultura e lazer fazem bem para o corpo e para mente. Com certeza farei o que estiver ao meu alcance para conquistar esses recursos em prol da população rinconense.

PEDIDO DE RECURSOS PARA HOSPITAL DE MORRO AGUDO

Ex vereador Darci, eu, vereador Wellington e o ex vereador Flavio





























Recebi, no último dia 20 de julho, os meus amigos: vereador Wellington Rosa, o ex-vereador Darci Martins da Silva e o ex-vereador Flavio de Camargo, da cidade de Morro Agudo. Nossa reunião foi realizada com o intuito de tratar de interesses da população morroagudense e, principalmente, falar sobre o hospital São Marcos que precisa de recursos financeiros para o seu custeio.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

REIVINDICAÇÕES PARA SAÚDE

Alexandre Cortê, presidente do SindServ, Solange Ramos, secretaria e João Martins, tesoureiro do sindicato























Recebi, na tarde de quarta-feira, 19/07, o presidente do SindServ RP (Sindicato dos Servidores Municipais de Ribeirão Preto), Alexandre Cortê, juntamente com a Solange Ramos e o João Martins que fazem parte do Sindicato. Por meio de nossa reunião falamos sobre a situação da saúde em Ribeirão Preto e as possíveis medidas que devem ser tomadas ara a sua melhora. Foi uma conversa bastante produtiva e que renderá grandes conquistas.

VISITA DE MEMBROS DA ASSOCIAÇÃO LYRA MUSICAL DE RIBEIRÃO PRETO


Diretor da Associação, Givaldo Oliveira Silva, a secretaria da Associação Ludmila Arce Pinto e a Assistente Social Auristela Moretti Shimizo




Estiveram em meu escritório, na tarde do dia 19 de julho, o diretor de Departamento da Associação Lyra Musical de Ribeirão Preto, Givaldo Oliveira Silva, a secretária da Associação, Ludmila Arce Pinto, e a sssistente social Auristela Moretti Shimizo solicitando ajuda para construção da sede da Associação, em RP. 
Com certeza levarei esse pedido adiante em busca do seu atendimento, pois a Associação Lyra, além de realizar um belo trabalho cultural, mantém, atualmente, o funcionamento da Banda Marcial "Alfeu Gasparini", junto com a Prefeitura da cidade.

PEDIDO DE IMPLANTAÇÃO DE UMA CRECHE NO PARQUE SÃO SEBASTIÃO, EM RP

Eu e Sr. Reis Donizeti






















O Sr. Reis Donizeti de Oliveira, morador do bairro Vila Abranches em RP, esteve em meu escritório regional, no último dia 19/07, solicitando uma ajuda, a nível estadual, para conseguir a instalação de uma creche no bairro Parque São Sebastião. 
Como defensor assíduo da educação e entendendo a legitimidade desse pedido, irei lutar, juntamente com meu filho, vereador Maurício Gasparini, e com o prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira Júnior, para a conquista dessa creche e levar mais qualidade para os moradores daquele bairro.